SANTORINI, a ilha dos apaixonados!

santorini grecia

Mar azul, casinhas brancas, um pôr do sol mágico e um horizonte de perder de vista. Assim é Santorini, uma das mais deslumbrantes e conhecidas ilhas da Grécia!

Além de deslumbrante, é também mundialmente conhecido pelo lugar mais romântico do Mundo! As piscinas infinitas “empoleiradas” nas falésias, autênticos camarote estratégicos para assistir ao pôr do sol, contribuem para tal título, mas não só…

GUIA PRÁTICO

Como chegar?

A melhor forma de chegar é voar para o Aeroporto Internacional de Santorini, também conhecido como Aeroporto de Fira ou Thira.

Fazemos sempre a pesquisa dos voos no Skyscanner pois assim ficamos com uma visão global dos preços praticados pelas diversas companhias aéreas e dos horários disponíveis. Tem sido um motor de busca essencial! É só escolher a opção que mais nos convém e somos redirecionados para as várias hipóteses de reserva… DICA: APÓS FEITA A ESCOLHA ir ao site da PRÓPRIA COMPANHIA AÉREA… mesmo que o skyscnaner mostre opções mais baratas… é, de certeza, a mais segura a reserva na própria companhia e mais fácil a comunicação direta quando surgem contratempos!

Sendo as passagens aéreas a parte mais cara da maioria das viagens, dedicamos um artigo apenas a explicar como funciona o Skyscanner e com dicas de como comprar voos baratos.

No entanto há também a hipótese de utilizar um Ferry (Golden Star Ferries e Seajets). neste caso, normalmente consegue-se um preço mais barato mas o trajeto é mais demorado e cansativo pelo que aconselhamos a que se ponde se vale mesmo a pena ir por esta via marítima

Há agora que chegar ao hotel! Para isso, deixamos aqui alguns meios para sair do aeroporto ou do porto Athinios:

  • Táxi: varia, em média, de € 15 a € 25 , podendo ser mais, conforme a bagagem e temporada; leva cerca de 15 a 25 minutos, sem trânsito, até Fira, a capital da ilha
  • Autocarro: O seu destino é Fira onde se tem que apanhar outro autocarro, conforme a localização do hotel; pode demorar até 2 horas, dependendo do horário (veja a tabela). Passagens a partir de € 2,30, compradas com o motorista
  • Transfer agendado: sobretudo em alta temporada, quando o movimento e as filas são grandes, uma alternativa é combinar com o hotel ou empresa especializada; apesar de mais caro, pode economizar tempo – SUNTRANSFERS
  • Carro alugado: seja no aeroporto, seja no porto Athinios, é possível alugar carro, cujo valor você pode consultar em baixo – com a vantagem de ter como se deslocar depois pela ilha!

Quando viajar?

Em Santorini, devido ao seu clima mediterrânico, durante todo o ano as temperaturas são muito agradáveis pelo que a melhor época para visitar a ilha dependerá do seu gosto por grandes públicos ou prazer em lugares mais vazios:

  • Alta temporada: junho a agosto – sol e calor, porém muito cheio
  • Média: abril, maio e setembro – sol, calor e menos turistas
  • Baixa: outubro a março – clima instável e horários mais limitados das várias atrações
Onde ficar?

A nossa escolha número 1 é utilizar o Booking.com.

Temos reservado através desta plataforma por todo o mundo e não podemos estar mais satisfeitos. NUNCA tivemos qualquer tipo de problema. Por isso, independentemente do tipo de alojamento que escolherem para a vossa estadia recomendamos que reservem aqui sem receios.

Vamos indicar as nossas escolhas e algumas alternativas “para todos os gostos” baseadas na nossa pesquisa mas fica aqui deste já o link genérico para outras opções.

Booking.com

Em alternativa ao “típico” Hotel, poderão alugar um alojamento para férias e assim tirar partido de comodidades que um hotel não oferece, como cozinhas para preparar refeições, espaços de lazer privados e muito mais. Se essa for a vossa opção então na Vrbo, poderão sempre encontrar uma casa de férias para alugar à vossa medida, seja qual for o vosso orçamento ou destino de viagem, e usufruir de pagamentos seguros, apoio permanente e um processo de reserva simplificado

Como viajar seguro?

Este não é um conselho! É mesmo um “investimento” que consideramos OBRIGATÓRIO…

Nunca se esqueçam de fazer o seu SEGURO DE VIAGEM… Nós fazemos sempre!

Viajar é a nossa paixão, um momento muito esperado e planeado e por isso, nada melhor do que embarcar tranquilo! Assim, fazer um seguro viagem dá-nos a segurança de que caso algum imprevisto aconteça, como o extravio de alguma mala ou mesmo a necessidade de assistência médica, não teremos que nos preocupar com dinheiro e burocracia.

Fazemos sempre comparação de preços/condições da apólice nestas duas companhias de seguros especializadas em seguros de viagem, em função do destino pretendido. Façam como nós e escolham o melhor seguro de viagem…

Simulação AQUI

CURIOSIDADES SOBRE SANTORINI

Acredita-se que aqui seja o local de Atlântida! Assim divide com o “nosso” arquipélago dos Açores as lendas que se geraram em torno deste continente perdido…

O seu formato territorial em meia lua da ilha e seu posicionamento geográfico, semelhante a relatos históricos que descreviam a região da civilização perdida, pendem a seu favor mas por outro lado a versão de que a Atlântida foi uma cidade de grande prosperidade engolida pelas águas e afundada no Oceano Atlântico fazem dos Ações uma boa opção!

A grande aposta dos estudiosos para ser este o local “verdadeiro” reside nos desastres naturais que ali acontecerem. Santorini costumava ser uma ilha vulcânica única, mas em 1550 a.C. sofreu com uma grande erupção, a qual acarretou em um tsunami com ondas de mais de 100 metros de altura que inundaram a região, dividiram a ilha em quatro partes e devastaram a população de origem minoica que morava no local.

Fica a dúvida…

FIRA OU THIRA, A CAPITAL DE SANTORINI

Começamos estes dias em Santorini pela sua capital, Fira ou Thira, a cidade perfeita das Cíclades, um verdadeiro cartão postal.

E, por entre vielas estreitas e pitorescas chegamos ao penhasco que a sustenta para apreciar as vistas magníficas da caldeira.

Daí seguimos até Firostefani para mais um cenário típico… a bela igreja de cúpula azul conhecida por “Three Bells of Fira”.

E regressamos no dia seguinte para descer os 587 degraus que nos levaram até o pequeno porto de Fira Skala de onde partimos para explorar a ilha de Nea Kameni e seu vulcão ainda ativo, caminhando até o cume da cratera! A cratera é “gira” mas a atividade vulcânica desilude um pouco, sobretudo depois de termos estado recentemente nas Furnas,  nos Açores.

E após um mergulho nas águas termais de Palea Kameni para o regresso optamos pelo teleférico. Para além de evitar as escadas, e ser completamente desumano fazer a “tradicional” subida de burro, neste curto passeio pudemos admirar a ilha de um ângulo diferente.

“Three Bells of Fira” / Os três sinos de Fira

No topo da cidade, com uma vista privilegiada do alto do penhasco, chegámos a Firostefani onde se encontram os famosos “Three Bells of Fira”, no topo da Igreja Católica da Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria.

Para lá chegar fomos passando por muitas outras igrejas, que são também elas destaques da cidade, como a Catedral de São João Batista e a Catedral Metropolitana Ortodoxa.

santorini 3

Ilha de Nea Kameni / A cratera do vulcão de Santorini

Para saber ficarmos a saber mais sobre a história do vulcão de Santorini e ter a experiência de chegar perto da caldeira, fomos visitar o Parque Nacional Geológico de Nea Kameni.

No pequeno porto de Fira Skala embarcamos num kaiki – barco tradicional de Santorini – para zarpamos com o rumo à ilha de Nea Kameni.

  • santorini 4

Á medida que nos íamos aproximando, fomos confrontados com um cenário único… tudo negro! Desde os incontáveis fragmentos pretos das falésias até ás pedras do chão, tudo faz lembrar que ali se deu a última eupção do “Nea Kameni” em 1950.

Depois, percorremos o trilho principal da ilha. Ao inicio apenas superfície de brita solta e algo poeirenta, depois, um prado raso até finalmente chegarmos ao topo para ficar a conhecer de perto a história das erupções que tornaram Santorini o que é hoje! Pelo caminho, fomos sendo acompanhados pela guia que nos ia dando informações sobre o local.

A Cratera, algo disforme, em boa parte forrada pelo prado seco e manchado por enxofre amarelado, tem apenas uma “saida” fumegante e pestilenta a condizer. Não negamos que ficamos um pouco dececionados com o facto da Nea Kameni ativa se restringir a uma pequena fumarola.

santorini 6

A caminhada leva, em média, 20 minutos e é feita sobre pedras soltas… Recomendamos calçado apropriado e água pois o sol forte que castiga por lá e não há sombra!

Palea Kameni / Águas termais

Depois de conhecer de perto da área próxima à caldeira, seguimos para um banho que nos fez “sentir na pele” a força do vulcão!

Nos arredores de Santorini é possível mergulhar em águas naturalmente aquecidas, conhecidas como hot springs. As piscinas naturais de Palea Kameni, ilha vizinha a Nea Kameni são as mais visitadas

O barco lança ancora ainda “longe” do local onde a piscina natural se encontra sendo necessário nadar até la… o salto para as águas frias do Mar Egeu dá-nos o contraste com as águas quentes que sofrem a influência da atividade vulcânica! Cuidado com o enxofre presente em grande quantidade na água que pode causar manchas nos tecidos claros, mas fora esse “senão”, é aproveitar pois as águas amarelas são conhecidas pelos seus efeitos terapêuticos.

Teleférico de Santorini e escadaria Karavolades

Fira localiza-se no alto de um penhasco e é conectada por uma longa escadaria ao antigo porto de Santorini, com cenário bucólico, cercado por barcos e restaurantes diante do intenso azul do Mar Egeu.

Para apanharmos o barco com destino à ilha de Nea Kameni começamos o dia com uma boa caminhada descendo os 588 da escadaria de Karavolades!

Já no regresso, a subida foi via teleférico (6 euros/pessoa), bem mais rápido e prático! O passeio vale a pena…

santorini 20
santorini 23

Fazemos, no entanto, um alerta sobre a descida pelas escadas: o local é utilizado também por quem faz o percurso montado em burros, uma tradição de Santorini! Os animais, usados como meio de transporte, são tratados de forma pouco digna, além de que, com a inclinação dos degraus até se torna perigoso! Apesar de atualmente ter diminuído muito o fluxo de turistas a utiliza-los, ainda é comum vê-los por lá, o que torna o caminho da escadaria bastante sujo! Fiquem atentos a cada passo para não ter uma surpresa desagradável e claro, não recomendamos de modo algum o trajeto montado.

OIA

Estava na hora de seguir para a outra emblemática cidade… Oia!

Não há muitas “obrigações turísticas” a cumprir e o melhor por lá é apreciar cada momento, cada passo naquele lugar mágico!

Para além das tradicionais casas brancas, aqui abundam as famosas igrejas com cúpula azul o que juntamente com vistas esplêndidas sobre toda a baía fazem desta cidade a mais fotogénica da ilha.

Os domos azuis das igrejas de Santorini estão espalhados por toda a ilha e são irresistíveis para quem adora fotografar. Pelo meio das casinhas brancas e flores coloridas da vila, o azul destaca-se e torna-se um dos mais lindos cenários de toda a ilha.

Fomos percorrendo a sua rua principal ao longo do topo da falésia contemplando as inúmeras casas/ hotéis em cascata, repletos de pequenas piscinas infinitas até ás ruínas do castelo Bizantino.

  • santorini 32
  • santorini 30
  • santorini 31

O Castelo de Oia – também chamado de Castelo de Agios Nikolaos  ou St. Nicholas – é um dos lugares mais populares de toda Santorini. As ruínas do castelo são o lugar de eleição do mais que conhecido pôr de sol de Santorini.  Por isso, para o visitar com calma aconselhamos a passar lá antes do entardecer pois basta o sol começar a descer no horizonte e todos os muros do castelo ficam lotados de turistas em busca da melhor foto… e nós fomos mais 2!

No final do dia, foram muitas as pessoas que se juntaram a nós para o show mais famoso da cidade mas a neblina que se formou retirou-lhe a espetacularidade e não nos permitiu ter a verdadeira experiência!

Se quiserem assistir ao pôr do sol com mais conforto, escolham cedo um restaurante, bar ou café nas encostas. Os melhores lugares são muito disputados e vale até fazer reserva para garantir o espetáculo. E se o orçamento da viagem permitir, escolher um maravilhoso hotel com direito a piscina privativa, vista para os domos azuis e, claro, para o pôr do sol em Santorini!

RED BEACH / PRAIA VERMELHA

Apesar das praias não serem o forte desta ilha, fomos conhecer a Praia Vermelha.

Esta praia tem um dos cenários mais inusitados de Santorini! Com areia e penhascos vulcânicos ocre ao seu redor, destaca-se entre todas as praias da ilha pela coloração intensa e visual sensacional.

A praia está entre as mais visitadas de Santorini, mas não é de fácil acesso… é necessário seguir uma trilha rochosa a pé, ao longo da encosta, o que se torna perigoso pelo perigo de desabamentos.

AS PISCINAS INFINITAS DE SANTORINI

Mas definitivamente Santorini são as piscinas infinitas, no topo dos penhascos… tal como a do nosso hotel “Suites of the Gods Cave Spa Hotel

A cerca de 15 minutos a pé, ainda passamos pela aldeia de Megalokhori que nos surpreendeu pela positiva com suas ruas estreitas e pitorescas e arquitetura tradicional num ambiente tipicamente grego!

SANTORINI “By Night”

OUTROS DESTINOS NA GRÉCIA

Deixamos aqui duas sugestões que podem fazer parte do “pack” de umas excelentes férias… a histórica capital grega, ATENAS e a animada ilha de MYKONOS!


Todos os textos são da autoria de Olga Samões e todas as fotografias deste blogue são da autoria de José Carlos Lacerda, exceto onde devidamente identificado. Proibida a reprodução de quaisquer textos e/ou imagens sem autorização prévia dos autores

Este artigo poderá conter links de afiliados. O que são ?  

Ao fazerem reservas pelos links do nosso blogue NÃO vão pagar MAIS por isso e nós ganhamos uma pequena comissão dada pela entidade pela publicidade que lhe fazemos.


Leave a Reply