San José, a capital da Costa Rica

San José

San José foi a nossa porta de entrada no país uma vez que o aeroporto internacional, Juan Santamaría, se situa a cerca de 20 quilómetros de distância

Aterramos já de noite, cerca das 7 da tarde, após onze horas de avião em que atravessamos o Atlântico e ainda tivemos que enfrentar as filas da entrada no país agora agravadas com as burocracias associadas ás regras dos planos de contingência advenientes da pandemia covid 19.

Acabamos por nem jantar… feito o check in no Hotel Cultura Plaza, ainda saímos com essa intenção mas como já passava das 21 horas estava tudo fechado, mesmo sendo esta a zona mais central de San José, mais uma consequência da época em que vivemos e das inerentes restrições dos horários do comercio e restauração. Regressamos então ao hotel para o merecido descanso até porque no dia seguinte partimos manhã (muito) cedo com destino ao Parque Nacional de Tortuguero.

Regressamos após visita a este parque no dia seguinte para dedicar o restante dia a conhecer a cidade.

San José, comparada com as congéneres metrópoles latino-americanas, é uma cidade pequena, poucos arranha-céus, ainda com muitos carros antigos e, acima de tudo é considerada uma das cidades mais seguras da região, ostentando índices de violência muito mais baixos que os registrados nessa região do globo. Ainda assim, foi o único local no país que sentimos um pouco de “desconforto” quando saímos de noite á rua, ou quando nos afastamos um pouco mais dos locais centrais mais movimentados, sem, felizmente, nada ter acontecido!

Onde ficar em San José

Antes de passarmos ao roteiro de San José, deixamos aqui uma dica importante: se têm pouco tempo para explorar a cidade, tentem hospedar-se no centro. O trânsito em San José é caótico! Ficando no centro, é possível fazer tudo a pé…

Ficamos alojados no dia da chegada, apenas para pernoitar e depois no regresso de Tortuguero no Hotel Cultura Plaza, simples, funcional, central e no último dia, que regressamos á cidade para depois apanhar o voo de regresso, no Hotel Holiday Inn San Jose Aurola, situado uns metros mais acima, pois ao contrário das primeiras estadias em que ainda não tínhamos o carro de aluguer, nesta última já necessitávamos de aparcamento e o primeiro hotel não têm essa funcionalidade.

Ficam no entanto aqui o mapa com várias opções de alojamento para outras pesquisas:

Booking.com

O que visitar em San José

Fizemos um circuito pedonal no centro histórico, com epicentro na Avenida Central.

Passeamos pela zona do Teatro Nacional, contemplamos a fachada da Catedral metropolitana e fomos até ao Mercado Central onde se vendem de tudo um pouco.

Passamos pela “Chola” e pela “Chola al viento”, duas esculturas que prestam tributo a todas as mulheres do país

e pelo “Monumento a los presentes” dedicado aos campesinos costa-riquenses que impressiona pela dura expressão nos seus rostos e nos transmite a sua atitude desafiante e firme.

  • San José 3
  • San José 4
  • San José 5
  • San José 6
  • San José 7

San José não impressiona, ruas cinzentas onde abundam os passeios esburacados e irregulares e edifícios degradados com vidros partidos, grades e arame farpado, que parecem em processo eterno de construção são pouco convidativos a explora-la.

No entanto, projetos de arte urbana “Costa Rica En La Pared” e ”City of color Murals” enriqueceram os seus mais diversos cantos, funcionando como que uma janela para a cultura e história do país.

Avenida Central de San José

A Avenida Central deve ser seu ponto de partida ao planejar o que fazer em San José. É uma das principais ruas da cidade, localizada bem no centro e com diversos museus, lojas e restaurantes nos arredores.

San José 8

Teatro Nacional

Uma relíquia histórica da Costa Rica é o Teatro Nacional, em plena Plaza de la Cultura, que se destaca pela sua arquitetura e decoração que incluem influências europeias de artistas franceses e italianos.

Catedral Metropolitana

Próxima do teatro, fica a Catedral Metropolitana.. O exterior é um pouco “sem graça” e não pudemos entrar para apreciar o interior nomeadamente uma figura de Cristo reclinado, que fica no lado norte (é o local onde os devotos deixam suas orações em um papel).

Mercado Central de San José

Uma boa opção do que fazer em San José é visitar os mercados locais. O mais imperdível o Mercado Central, com centenas de barraquinhas e lojas que vendem de tudo um pouco e onde aproveitamos para comprar a recordação de viagem para a nossa vitrina. É também uma boa opção para provar a comida costa-riquenha, já que no mercado há diversos restaurantes.

Os Museus de San José

Museu do Ouro Pré-Colombiano (site oficial)

Reúne 1500 objetos em ouro produzidos pelas culturas que habitavam a Costa Rica entre 500 e 1500 d.C.

Fica por baixo ca Plaza da Cultura

Museu Nacional de Costa Rica (site oficial)

É o melhor lugar para aprender sobre a história da Costa Rica. O museu faz um apanhado geral com exibições de obras da época pré-colombiana, passando por arte moderna e incluindo exibições sobre o extinto exército da Costa Rica.

 Museo del Jade (site oficial)

Tem o maior acervo de artefactos em jade do mundo. São mais de 7 mil peças desde a época pré colombiana.

Onde comer em San José

Sendo San José uma cidade multifacetada há uma grande variedade de restaurantes que servem o melhor da culinária centro-americana.

Recomendamos o “Nuestra Tierra“, no centro da cidade, especializado em sabores costarriquenhos, acompanhado de música ao vivo…

Para uma experiencia mais “local” as barraquinhas do Mercado Central que já aqui falamos são uma excelente opção-

Dedicamos um artigo completo aos “SABORES DA COSTA RICA”… temos a certeza que vos vamos deixar “com água na boca!”

Day tours desde San José

Na zona central do país, cercada de montanhas, San José é um lugar tranquilo e uma excelente base para conhecer destinos próximos, como parques nacionais, vulcões, cascatas e praias em passeios de um dia, para quem não queira, como nós, andar sempre a mudar de hotel!

Parque Nacional de Tortuguero

Para chegar a Tortuguero tem que se ir de carro ou autocarro até “La Pavona”, local onde se apanha uma das lanchas até à aldeia de Tortuguero. Não é possível chegar por via terrestre! Por isso a opção por tours a partir de San José é mesmo a forma mais simples de fazer esta visita pois as mesmas incluem o transfer completo.

Há vários pacotes para fazer esta visita desde a cidade de San José.

Nós optamos por passar 2 dias / 1 noite neste Parque Natural… mas se tiverem tempo disponível acreditem que não se vão arrepender da opção 3 dias/ 2 noites pois é talvez um dos locais mais espetaculares da Costa Rica. Na falta de tempo, pelo menos a tour de 1 dia, sem pernoita, apesar de cansativa, é “obrigatória”.

Catarata del Toro e Blue Falls

Foi um dos passeios que ficou por fazer… conhecer a Catarata del Toro e as Blue Falls.

A Catarata del Toro tem nada menos que 82 metros de queda e fica localizada dentro de uma cratera vulcânica, no meio da floresta. Sem dúvidas que deve ser uma das cascatas mais bonitas na Costa Rica! Visitamos a cascata de La Fortuna e já ficamos impressionados.

Uma trilha e muitos degraus levam os visitantes até á sua base, com alguns miradouros no caminho para ir apreciando a paisagem. Ao contrário da cascata que visitados em La Fortuna, nesta tomar banho é proibido, sendo para isso necessário seguir para as Blue Falls, uma série de cascatas menores e piscinas naturais perto da Catarata del Toro.

Para chegar nelas, você precisa de um guia, o preço já está incluído no ingresso. A trilha não é difícil, mas inclui travessia do rio por pedras escorregadias. Há duas opções de tour para as Blue Falls: light e full.

Vulcão Irazu

O outro passeio que faltou foi ir visitar o vulcão Irazu! 15 dias não chegam para turo e tivemos que fazer opções, mas fica aqui as indicações para a visita deste que é o vulcão ativo mais alto do país, localizado num parque nacional de mesmo nome e que pode ser facilmente visitado num dia partindo de San José.

A última atividade do vulcão foi em 1994 e a sua grande atrações são as crateras que tem no seu cume, sendo que a principal é ocupada por um lago em tons esmeralda.

Tenham, no entanto em atenção que muitas vezes o tempo está encoberto e a visibilidade fica prejudicada! Se esse for o caso, espere alguns minutos pois o tempo muda muito rapidamente… mas podem ter o azar que tivemos no vulcão Poás!

Vulcão Poás

Como tínhamos alugado um jeep deslocamo-nos a este famoso da Costa Rica no dia em que regressamos a San José para fazer o teste covid nas 72h anteriores ao nosso regresso a casa! Mas também o Poás pode ser visitado desde San José, pois a distância é de apenas 40km.

Para visitar o vulcão Poás, tem que se comprar o ingresso com antecedência pela internet pois não há venda de bilhetes “fisicos” na entrada . Foi o que nós fizemos uma vez que para lá nos deslocamos por conta própria mas se forem integrados num tour desde San José a entrada já estará incluída.

Dedicamos um artigo autónomo à nossa experiencia no vulcão Poás!

Rafting no rio Pacuare

Para quem procura uma alternativa ainda mais emocionante, fazer um rafting é a melhor opção! Esta nós não podíamos falhar!

Há diversos rios na Costa Rica em que é possível fazer a atividade, mas um dos melhores é sem dúvidas o rio Pacuare.

O rio tem classificação entre 3 e 4, garantindo uma boa dose de adrenalina nesse rafting, que conta com um cenário deslumbrante entre floresta, canyons e um rio maravilhoso!

Nós fomos de carro até á cidade de Turrialba, onde pernoitamos, mas é possível comprar uma tour desde San José, passar um dia maravilhoso por lá e regressar à “base” no fim do dia.

Isla Tortuga

Para um destino de praia desde San José a Isla Tortuga é uma excelente opção. Passarão o dia a mergulhar ou a fazer snorkel num lugar paradisíaco ou a relaxar nas suas areias clarinhas, com almoço incluído.

Também não fomos á Isla Tortuga porque optamos por outros locais de praia, como Tamarindo, Parque Nacional Marino Ballena, Parque Nacional Manuel António e Jacó.

Parque Nacional Manuel António

Um dos lugares mais visitados de toda a Costa Rica é o Parque Nacional Manuel António. Essa área de reserva conta com muita vida animal, entre florestas e praias deliciosas.

Nós fomos até lá passar dois dias mas existem opções de tours desde San José que permitem a visita num dia inteiro.

La Fortuna e vulcão Arenal

A região de La Fortuna e do Vulcão Arena é um dos lugares imperdíveis da Costa Rica, onde não faltam opções para desfrutar da natureza.

Também dedicamos dois dias a conhecer esta região mas se o vosso tempo for curto, é possível fazer um tour de um dia desde San José.

Monteverde

Se o objetivo for aliar aventura e natureza, definitivamente têm que incluir Monteverde no roteiro.

Fomos até lá na nossa road trip e adoramos! Mais um destino que merece ser explorado com mais tempo mas que, na falta de tempo, poderá ser realizado numa tour desde San José.


Todos os textos são da autoria de Olga Samões e todas as fotografias deste blogue são da autoria de José Carlos Lacerda, exceto onde devidamente identificado. Proibida a reprodução de quaisquer textos e/ou imagens sem autorização prévia dos autores

Este artigo poderá conter links de afiliados. O que são ?  

Ao fazerem reservas pelos links do nosso blogue NÃO vão pagar MAIS por isso e nós ganhamos uma pequena comissão dada pela entidade pela publicidade que lhe fazemos.


One comment

Leave a Reply