Giro Italiano – PISA e LUCCA

PISA

A cidade de Pisa é uma das “joias da coroa” de Itália, mundialmente conhecida pela sua torre inclinada.

Após transpor o portão da antiga muralha medieval, chegamos à “Piazza dei Miracoli” que concentra a mais inesperada paisagem…o contraste entre o verde da relva e o branco do mármore da reluzente catedral e da sua famosa torre inclinada fica na retina!

Como dispúnhamos de pouco tempo resolvemos visitar por dentro apenas a Catedral e o Camposanto.

O Camposanto é um cemitério monumental que tem este nome porque, segundo reza a lenda, foi construído em volta de solo trazido de um navio da Terra Santa. Para além duma coleção de estátuas de mármore, esculturas e sarcófagos, podemos caminhar entre os túmulos, alguns com esculturas elaboradas com os nomes de cidadãos célebres de Pisa.

A beleza da Catedral de Santa Maria Assunta é estonteante refletindo diferentes culturas e estilos. O “Grifo de Pisa” que é uma cópia de uma escultura de bronze trazida de uma batalha vitoriosa de Pisa é exibido com orgulho no seu topo!

O interior da Catedral é igualmente divino. O teto é decorado a ouro e tem o brasão da família Medici.

Acredita-se que Galileo formulou a sua teoria do pêndulo lá mesmo, ao reparar no movimento do incensário.

O ponto alto da visita é o altar, decorado com lindos afrescos e um elaborada imagem de Jesus.

O Battistero é o belíssimo prédio em formato oval que domina a paisagem. Com estátuas impressionantes, cuidadosamente posicionadas no exterior do prédio, chama atenção pela sua riqueza de detalhes.

A Torre de Pisa dispensa apresentações…

Vê-la ao vivo causou-nos uma sensação engraçada, uma espécie de “déja vu”, como se já lá tivéssemos estado, tantas foram já as fotos que já vimos dela!

A sua inclinação tem origem em erros no projeto e ao solo pouco estável da região, próxima do mar: o peso da estrutura fez com que a torre começasse a inclinar e assumir a tão famosa posição que tem hoje. Tem 56 metros de altura no lado mais alto, e 294 degraus que levam ao topo.

Não subimos à torre mas fica aqui o link para quem o queira fazer… as filas para a sua aquisição no local são grandes pelo que se aconselha a aquisição prévia

Nós fizemos a visita em meio dia, ficando, como referimos muitas coisa por fazer, deu apenas para um “cheirinho”. O ideal será um dia inteiro. Para quem esteja a fazer um “giro” por Itália, como nós, ficam opções de alojamento:

Booking.com

Outra opção é uma tours realizada desde Florença. Todos os dias da principal estação ferroviária de Florença sai esta excursão a Pisa que inclui todos os destaques desta cidade medieval, tais como muralhas, entrada monumental e a Piazza dei Miracoli, um Património Mundial da UNESCO. É claro, uma visita a Pisa não estaria completa sem uma subida à sua famosa torre inclinada, que pode acrescentar à sua experiência sem ter de esperar nas longas filas.


LUCCA

As Muralhas são um elemento característico que tornaram Lucca famosa no mundo inteiro, abrigando as belezas da cidade. Rodeada de mata virgem em volta é possível ver ao longe as duas torres principais: a Torre Giunigi e a Torre das Horas.

Entrando no centro histórico da “cidade das cem igrejas”, passeamos entre a sua Catedral, dedicada a São Martinho e a famosa Praça do Anfiteatro, um dos principais lugares da cidade. Soube a pouco está fugaz visita que nós fez recuar a tempos medievais mas tivemos que regressar à estrada rumo a Florença.

Booking.com

Todos os textos são da autoria de Olga Samões e todas as fotografias deste blogue são da autoria de José Carlos Lacerda, exceto onde devidamente identificado. Proibida a reprodução de quaisquer textos e/ou imagens sem autorização prévia dos autores

Este artigo poderá conter links de afiliados. O que são ?  

Ao fazerem reservas pelos links do nosso blogue NÃO vão pagar MAIS por isso e nós ganhamos uma pequena comissão dada pela entidade pela publicidade que lhe fazemos.


Leave a Reply