covid 19 – informações para viajantes – ESPANHA

DCIM100MEDIADJI_0002.JPG

site oficial

Últimas Notícias

A Espanha restringiu a maioria dos viajantes que chegam de fora da UE/Schengen e de países com acordos recíprocos para a aceitação de viajantes. Os viajantes que chegam de países de risco devem apresentar um certificado médico com um resultado negativo do teste TMA, LAMP ou PCR swab para COVID-19 emitido até 72 horas antes da chegada.

Restrições de entrada

A Espanha reabriu suas fronteiras a viajantes da maioria dos países da UE; no entanto, a entrada permanece restrita a viajantes que chegam de outras áreas, exceto cidadãos e residentes espanhóis, e familiares imediatos que os acompanham.

COM PORTUGAL A FRONTEIRA TERRESTRE PERMANECE ENCERRADA ATÉ 16/04/2021

A Espanha não permitirá a entrada de viajantes que tenham estado no Reino Unido, Brasil ou África do Sul até pelo menos 16 de março, com exceção de cidadãos e residentes em Andorra e na Espanha.

Em 22 de julho, os viajantes que chegam da Sérvia não podem entrar na Espanha.

Para viajantes que chegam de fora da UE, apenas as seguintes categorias de viajantes podem entrar:

• Residentes habituais na União Europeia, Estados Associados de Schengen, Andorra, Mônaco, Vaticano ou São Marino

• Titulares de um visto de longa duração emitido por um membro Schengen de um Estado Schengen Associado que se desloca para esse país.

• Profissionais de saúde que vêm trabalhar na Espanha.

• Bens e pessoal de transporte no exercício de suas funções.

• Diplomatas, consulares, funcionários internacionais, militares, proteção civil e membros de organizações humanitárias no exercício de suas funções.

• Estudantes que estudam em um dos estados membros da UE / Schengen e possuem o visto apropriado ou permissão equivalente e seguro médico. Eles podem entrar no país 15 dias antes do início dos estudos.

• Trabalhadores altamente qualificados, incluindo participantes em eventos esportivos de alto nível que acontecem na Espanha.

• Pessoas que viajam por motivos familiares devidamente credenciados.

• Pessoas que viajam por motivos humanitários devidamente credenciados ou motivos de força maior.

• Residentes na Austrália, Canadá, Geórgia, Japão, Nova Zelândia, Ruanda, Coréia do Sul, Tailândia, Tunísia ou Uruguai, desde que tenham vindo diretamente desses países ou apenas tenham feito trânsitos internacionais em aeroportos fora desses países.

Requisitos de entrada

A partir de 23 de novembro, todos os viajantes (incluindo crianças) vindos da Albânia, Andorra, Argentina, Armênia, Aruba, Áustria, Bahrein, Bélgica, Belize, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Cabo Verde, Colômbia, Costa Rica, Croácia, Chipre, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, França, Polinésia Francesa, Geórgia, Alemanha, Gibraltar, Grécia, Guam, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Jordânia, Kuwait, Letônia, Líbano, Líbia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Moldávia, Mônaco, Marrocos , Holanda, Macedônia do Norte, Noruega, Território Palestino, Panamá, Polônia, Portugal, Porto Rico, Romênia, Rússia, San Marino, Sérvia, Eslováquia, Eslovênia, São Martinho, Suécia, Suíça, Tunísia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, Ucrânia e EUA , deve apresentar um atestado médico com resultado negativo no teste TMA, LAMP ou PCR COVID-19 emitido nas 72 horas anteriores à chegada.

EXCEPÇÕES: viajantes provenientes dos Açores em Portugal; Rogaland, More og Romsdal, Nordland, Viken, Innlandet, Vestfold og Telemark, Agder, Vestland, Trondelag ou Troms og Finnmarkin na Noruega; Kitri, Ionia Nisia, Dytiki Ellada ou Sterea Ellada na Grécia; Ilha Faroe ou Groenlândia.

Verificações locais podem ser realizadas na chegada para confirmar que os viajantes foram submetidos a um teste COVID-19 PCR, TMA ou LAMP e tiveram resultados negativos. Uma multa mínima de €3000 pode ser cobrada de quem não cumprir.

A Espanha reabriu suas fronteiras para viajantes da UE, do espaço Schengen e do Reino Unido. Os viajantes que chegam das áreas mencionadas não são obrigados a apresentar um certificado de residência ou isolar-se ao entrar na Espanha; no entanto, é necessário preencher um formulário de controle de saúde FCS 48 horas antes da chegada em https://www.spth.gob.es/. Um código QR gerado a partir do formulário preenchido deve ser apresentado na chegada.

Os viajantes também passarão por uma verificação de temperatura e avaliação de saúde visual.

A partir de 14 de novembro, os viajantes que visitam as Ilhas Canárias com reserva em acomodação turística regulamentada devem apresentar um teste COVID-19 negativo feito no máximo 72 horas antes, ao fazer o check-in em sua acomodação, baixar e ativar o aplicativo de notificação Radar COVID durante sua estada nas ilhas e por 15 dias após o retorno para casa. Crianças menores de 7 anos estão isentas desses requisitos.

As autoridades regionais das Ilhas Baleares (Maiorca, Menorca, Ibiza, Formentera) introduziram três estágios de controle para as chegadas domésticas por via marítima ou aérea às ilhas, além das das chegadas internacionais à Espanha. Todos os turistas que chegam de ou via regiões da Espanha com uma incidência cumulativa do vírus de 150 casos por 100.000 habitantes ou mais devem apresentar um PCR ou TMA negativo realizado nas 72 horas anteriores à chegada. Uma multa de até €3.000 pode ser cobrada de quem chega sem um teste válido. Aqueles com um motivo justificado para a viagem devem preencher uma declaração e um teste de antígeno na chegada ao aeroporto ou porto ou terão que se submeter a uma quarentena de 10 dias. Os residentes nas Ilhas Baleares devem ter feito um teste PCR no local de partida nas 72 horas anteriores à sua chegada, ou serão testados na chegada ou submetidos a uma quarentena de 10 dias.

Requisitos de quarentena

Os viajantes que chegam do Brasil ou da África do Sul estão sujeitos à quarentena

Regras de trânsito

Aos viajantes em trânsito na Espanha através de um aeroporto espanhol em rota para seu destino final, os requisitos de teste PCR, TMA ou LAMP e Formulário de Controle de Saúde mencionados acima não se aplicam. Eles devem, no entanto, estar preparados para mostrar as suas passagens aéreas para seu destino final.

As restrições introduzidas pela Espanha às viagens de passageiros do Reino Unido de 22 de dezembro a 19 de janeiro também podem se aplicar àqueles em trânsito pela Espanha para outros destinos internacionais.

Sobre a Espanha

  • Capital de Espanha: Madrid
  • População: 46 milhões
  • Língua oficial: Espanhol
  • Fuso horário: GMT +1
  • Código telefónico internacional: +34
  • Fronteiras terrestres: Andorra, França, Marrocos e Portugal

O que visitar?

Saiba tudo nos nossos artigos sobre ESPANHA

Leave a Reply